XENOFOBIA: Nordestinos sofrem ataques via Twitter

Segunda, 01 de Novembro de 2010 – 13h12Logo após o resultado final das eleições, que terminou com a vitória da candidata do PT, Dilma Rousseff, a presidência, o Twitter foi invadido por uma onda de ataques de xenofobia contra os nordestinos.

Tudo começou pela madrugada quando um perfil postou a seguinte frase em sua página no Twitter: “Nordestino não é gente. Faça um favor a São Paulo, mate um nordestino afogado”.

Logo após, a página foi tirada do ar e o perfil excluído, mas internautas gravaram imagens das frases.

A autora de novelas e escritora da Rede Record, Letícia Dornelles, em seu Twitter afirma que “Região Sul preferiu Serra. Região Sudeste preferiu Serra. O grosso do PIB brasileiro e maior índice de escolaridade”. Logo após a insinuação foi amenizada por outros “tweets” onde ela credita as informações à “Globo News” e afirma que os internautas precisam estudar mais a geografia de seu país.

Tags usadas pelos usuários da rede social tomaram proporções mundiais. As mais usadas são “Norte/Nordeste” e “Sul/Sudeste”. Milhares de pessoas estão sendo ofendidas.

É interessante lembrar que a Lei nº 7.716, de 05 de janeiro de 1989, em seu artigo 1º (com a redação determinada pela Lei nº 9.459, de 13 de março de 1997), diz que “Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”.

UFABC em luto

Quinta, 21 de Outubro de 2010 – 12h37Nesta manhã o Prof. Dr. Sandro Silva e Costa faleceu na Universidade Federal do ABC. Segundo alunos da universidade, o professor teria cometido suicídio ao pular do último andar do prédio do institudo, em pleno horário letivo.

“Chegou um helicóptero de resgate, mas não conseguiu reanimar o professor.” – conta a acadêmica Jaqueline Gomes Cardoso, 19.

Em nota à comunidade acadêmica o Reitor Helio Waldman comunica o falecimento e cita que a ausência do professor será muito sentida uma vez que a presença do mesmo sempre foi garantia de retidão e espírito critico diante dos dilemas do cotidiano.

Na sua página pessoal, o professor citava autores da literatura e contava suas angústias, a última postagem foi veiculada hoje pela manhã antes do incidente.